meandros

quinta-feira, março 09, 2006

meditações culinárias


Arroz

Enquanto espero cozinhar o arroz

especulo o sentido da existência
pra que tanta galáxia tão imensa
por que afinal aqui estamos nós

Morte é castigo e vida recompensa?
Mas a vida é às vezes seu algoz
já a morte alivia a dor atroz
tudo existe e tão só a gente pensa

Antes de tudo o que terá existido?
Pior que imaginar fim do Universo
é pensar no Universo concluído

Dos jogos este é o mais louco e perverso
mas finalmente acaba neste verso
com o cheirinho bom do arroz cozido

Domigos Pellegrini