meandros

sábado, março 18, 2006

siddharta gautama

Acabei de ler a série Buda, de Ozamu Tezuka. É um mangá em 14 volumes, com um total de mais de 3000 páginas.


Simplesmente genial! Tezuka possuir uma narrativa sequencial equiparável ao Will Eisner. Ou até melhor. São quadrinhos de primeira grandeza, com desenhos simples e com um dinamismo que não me recordo de ter lido antes.

Não me converti ao budismo. A biografia de Buda é interessante, mas neste mangá é apenas um pano de fundo para o entrelaçamento de inúmeras outras histórias. Este, aliás, é o principal defeito desta obra, caso passamos chmar isto de defeito. São quase uma centena de personagens diferentes (Buda é apenas um deles: mesmo sendo um iluminado, às vezes fica à sombra de outros personagens mais fortes) . Da próxima vez que reler a coleção vou fazer questão de contar quantos são os personagens nomeados, talvez até passem de cem. Aparecem personagens novos até no finzinho da história. Assim fica difícil de acompanhar todas as histórias entrecruzadas, é um grande exercício de atenção.

Ah, mas vale a pena. Espero que, para quem não leu, a Conrad lance agora uma caixa com todos os volumes a um peço mais acessível. Afinal, 14 volumes a R$19,90 cada um não lá é muito fácil de aquirir.

Agora aguardo o próximo lançamento do Texuka, "Adolf". Conta a histórias de vários Adolfos, inclusive o Hitler. Meu irmão leu e garantiu que é melhor que o "Buda". Hitler melhor que Buda? É aguardar pra ler.

1 Comments:

  • boa, to ansioso p ler. tb tudo do lobo solitário!

    vamos ver se engatilhamos um chima essa semana

    abração

    By Anonymous catatau, at 1:51 AM  

Postar um comentário

<< Home