meandros

sábado, maio 06, 2006

freud explica?

Quarta-feira deixei de postar sobre uma data que nunca mais irá se repetir (alguma outra data irá se repetir?). Mas de qualquer forma foi uma curiosa data. No dia 4 de maio de 2006, à 1 hora, 2 minutos e 3 segundos, as horas e os dias ficaram assim:

01:02:03 04/05/06

E daí? E daí nada.





Mas hoje não posso deixar de postar sobre outra data importante. Comemoramos 150 anos de nascimento de Sigmund Freud.

Embora esteja longe de morrer de amores pelo Freud, é inegável que ele foi a mais importante influência da Psicologia até hoje. Mesmo que tenha feito outra coisa, chamada Psicanálise.

Assim era sua auto-definição na carta enviada a Wilhelm Fliess em 1º de fevereiro de 1900:

"Na verdade não sou de forma alguma um homem de ciência, nem um observador, nem um experimentador, nem um pensador. Sou, por temperamento, nada mais que um conquistador - um aventureiro, em outras palavras - com toda a curiosidade, ousadia e tenacidade características desse tipo de homem."


Se ele diz que não era um cientista, quem sou eu para discordar?

Bom, mas para quem gosta do bom velhinho, Curitiba estará realizando de maio a outubro uma série de eventos bem interessantes intitulada "Constribuições do Pensamento de Freud à Arte e à Cultura".

Só não me venham com lacanagens.


2 Comments:

  • Tem aquela música nordestina: "É só na lacanagem, na lacanagem, é só na lacanagem, na lacanagem..."

    Assisti algumas partes do evento. Fora as visões bizarras e divertidas das sempre algumas lacanetes que seguem um ou outro figurão como pintos (eita, olha o significante) seguindo galinhas (eita, olha o significante!), os debates estão muito interessantes. De alto nível mesmo. Muito embora acredito que a maioria da platéia não entenda bulhufas.

    By Anonymous Anônimo, at 1:05 AM  

  • Este comentário foi removido por um administrador do blog.

    By Anonymous Anônimo, at 1:06 AM  

Postar um comentário

<< Home