meandros

sábado, julho 08, 2006

alta fidelidade II

Um livro deve transformar seu leitor. Deve mudá-lo. Se isto não acontecer após a última página (ou antes dela), se o leitor não sair diferente de quando começou a primeira página, algo deu errado.

Nestes casos, três conclusões são possíveis:
  1. Não se trata de um bom livro,
  2. Não se trata de um bom leitor ou
  3. Está na hora de esquecer a lista dos mais vendidos da Veja.

Segue abaixo os cinco livros que mais me transformaram a seu tempo. E suas respectivas conclusões, a seu tempo.






3 Comments:

  • muito bom!!!

    e o top 2 e top 1??

    By Anonymous catatau, at 3:19 PM  

  • Ah, obrigado pela dica. Já corrigi o erro.

    By Blogger Leandro, at 3:54 PM  

  • Adorei!!! É você que desenha???

    O segundo item da lista é bem verdade. Não que a pessoa não seja um bom leitor, mas as vezes ela não tem maturidade suficiente para aquele livro (ou já está bem a frente do livro rs). Lembro que aos 11 anos fui tentar ler Don Quixote e não deu, parei porque não estava entendendo algumas coisas. Na época eu devorava livros (a ponto de minha mãe me proibir de pegar livros na biblioteca), mas literatura intanto-juvenil. E essas leituras foram necessárias a seu tempo.

    Gostei muito desse post Leandro!!

    Adoro livros.

    Beijos

    By Blogger _Maga, at 11:01 PM  

Postar um comentário

<< Home