meandros

terça-feira, setembro 19, 2006

meandros


Em rio de piranha, jacaré nada de costas.


Já dizia o velho deitado.